Freud explica

Facções criminosas começam a se expandir na zona rural do Acre

Marcas da evolução
ANUNCIE AQUI

redacao@diariodoacre.com.br

É possível verificar o nível da evolução humana, quando comparamos as pinturas realizadas há cerca de 30 mil anos antes de Cristo e as marcas atuais. É possível ver pelas imagens o progresso.

 

Estado Paralelo

A presença dessa sopa de letrinhas que marca territórios, mostra como funciona o estado paralelo do crime organizado, controlando a vida dos moradores das periferias, do centro das cidades, da zona rural e até das aldeias indígenas. Sim, homens armados impõem toque de recolher e adotam medidas que até mesmo representariam crimes graves contra a humanidade.

Facção rural

Agentes do setor da Segurança Pública apontam para a ida de membros de facções para áreas afastadas, tomando terras, desmatando e não sendo punidos, segundo posseiros e colonos de propriedades próximas a Rio Branco.

CPIs

Os Séculos 18 e 19 representaram avanços na legislação e, pelo mundo, incluindo no Brasil, foram criadas legislações relacionadas a Abertura das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs). No Acre, os deputados já realizaram investigações relacionadas a telefonia celular e contra a pedofilia, entre outras comissões que nunca resultaram em melhorias ou punições. A próxima CPI será a da Energisa e esperamos que haja conclusões resolutivas.

Marinheiro irregular

Parte do Tribunal de Contas do Estado (TCE) uma condenação do ex-diretor-presidente da Emurb, Jackson Marinheiro, e outros ex-gestores, publicado no Diário Oficial Eletrônico da Corte dessa quinta-feira. Eles foram sentenciados a devolver mais de R$ 1 milhão por irregularidades apontadas na prestação de contas de 2014.

Viagens

Apenas nos primeiros quatro meses de 2019, os vereadores de Rio Branco gastaram R$ 88.892,16 em diárias e passagens. Entre os destinos estiveram Brasília, Bahia, Minas Gerais, Sergipe, Ceará, Rio Grande do Norte e São Paulo.

Meme

A maioria das fotos do governador Gladoson Cameli divulgadas nos sites e jornais se destacam mais que as próprias reportagens. Algumas poderiam ser transformadas em memes.

A contradição fraternal

O vereador Rodrigo Forneck (PT), ao falar em receber os motoristas de aplicativos, como Uber e 99 Taxi, nessa quinta-feira (11), parecia ser o oposto do irmão, Gabriel Forneck, que na época em que era superintendente da RBTrans afirmava que os trabalhadores agiam de forma irregular ao realizar o transporte de pessoas.

Corrida pelo prazo

Motoristas de aplicativos procuraram os gestores da Prefeitura de Rio Branco para pedir apoio e solicitar a prorrogação de prazos para a emissão de permissão de trabalho, mas, em conversa preliminar, não conseguiram e o prazo final para o registro dos aplicativos e dos motoristas no município termina dia 15. Os trabalhadores afirmaram que continuarão atuando e que os advogados dos aplicativos estariam prontos para atuar contra a RBTrans.

Mundo dos sonhos

Quando há críticas sobre os últimos 20 anos de governo do PT, parlamentares petistas, vereadores e deputados, esbravejam números tão positivos que parecem fantasias, sonhos, que nunca foram concretizados. Os argumentos desses militantes-políticos se assemelham aos feitos de personagens históricos, como Alexandre o Grande ou os imperadores romanos.

Adendo

O leitor também pode colaborar com a coluna. Para isso, basta enviar e-mail com críticas, dicas ou até mesmo palavras de incentivo. E-mail: freudantunes@gmail.com.